Torcedores, cuidado com o coração

Torcer pelo time do coração pode causar problemas justamente no...coração. Enquanto os jogadores correm pelo campo, o torcedor rói as unhas, grita, xinga e nesse processo alivia o estresse cotidiano. Já para outros, é justamente essa ansiedade que irá causar sérios problemas de saúde, como infartos, AVC, arritmias cardíacas e outras complicações, chegando até a morte. 

Segundo a médica cardiologista, especializada em exercício esportivo do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos (SP), Silvana Vertematti, nessas horas de tensão o corpo libera diversas substâncias neuroendócrinas, como a adrenalina, que estimulam o organismo. “Com isso, o espectador pode gastar tanta energia como se estivesse fazendo um exercício de média ou alta intensidade”, afirma.  

Para evitar tais riscos, a médica dá as seguintes orientações:

• Evite exageros na alimentação e procure deixar de lado comidas gordurosas e álcool em excesso. Prefira alimentos frescos e de procedência reconhecida;

• Procure chegar cedo aos locais da competição.  Isso reduz o estresse e preserva as energias para assistir aos jogos;

• Preste atenção às condições climáticas do local e utilize roupas adequadas às temperaturas. As oscilações de temperatura no Brasil são gigantescas;

• Lembre-se de hidratar-se bem com água e utilizar cremes de proteção para o corpo como protetor solar;

• Mantenha em dia sua avaliação médica. Faça check-ups periódicos.

Segundo ela, o teste ergométrico, que avalia o amplo funcionamento cardiovascular, deve ser associado a outros como exames de sangue para controlar níveis de colesterol ruim, açúcar, ácido úrico, função do rim e fígado e triglicérides. A avaliação regular do funcionamento do organismo permite detectar condições clínicas adversas precocemente e diminuir os riscos de efeitos indesejados.

Junte os amigos, reúna a família e, sobretudo, divirta-se muito. Torcedor fanático ou não, o importante é lembrar que com saúde todo mundo joga muito melhor dentro e fora dos campos.