Gripe e resfriado são bem distintos

Febre, dor de cabeça, dores musculares e cansaço físico. Essas características são encontradas em casos de gripes e resfriados. Como saber com qual problema o corpo está sofrendo?

Esse diagnóstico é muito importante, já que a gripe pode virar pneumonia e, em caso extremo, levar o paciente à morte. Ao desconfiar que está com gripe, procure um médico o mais breve possível.

O resfriado começa de forma lenta e gradativa, causando febre de, no máximo, 38ºC. Já a gripe acontece rápida e repentinamente, “derrubando” a pessoa imediatamente. A temperatura corporal, nesse caso, vai além dos 38ºC. Outro sinal marcante da gripe é a tosse seca, por isso fique atento para ver se o problema está piorando. Quando a tosse aparece nos resfriados, em geral, é na reta final da doença, que não passa de três a quatro dias, em média.

Espirro, coriza e nariz vermelho são características  bem peculiares dos resfriados. Já as gripes, que duram até sete dias na maioria dos casos, normalmente não causam irritação relacionada às narinas e vias respiratórias altas.

Para se prevenir, procure ficar em locais com boa circulação de ar, uma vez que espaços fechados possibilitam a concentração dos vírus. Lave sempre as mãos com antissépticos para eliminar os germes.  Respire pelo nariz e não pela boca. A mucosa do nariz aquece, umedece e filtra o ar que respiramos. Alimente-se de maneira saudável e beba bastante líquido, principalmente água.

O mais importante é se cuidar sempre. O melhor, nas duas situações, é repousar. Descansar ativa o sistema imunológico e acelera a recuperação.