Pontos turísticos de Santiago do Chile

O Chile é um dos países mais ricos e diversificados da América do Sul, com atrações para agradar todos os tipos de gostos. Para qualquer viajante que visita esse exuberante país, uma parada em Santiago do Chile, ou apenas Santiago, sua capital, é quase obrigatória para quem quer conhecer a história e cultura regional. Para lhe ajudar a montar seu roteiro de viagem na cidade, o Dubbi reuniu alguns de seus principais pontos turísticos; já para saber um pouco mais sobre cada um deles, basta acessar nosso site.

Palácio de La Moneda: Essa é a sede de administração presidencial do Chile e é uma das poucas no mundo abertas para visitação, mais um motivo que faz deste um ponto turístico simplesmente imperdível em sua viagem a Santiago. Em sua visita, não deixe de observar a belíssima arquitetura do palácio, aprender sobre sua história no centro cultural e nos museus situados no subsolo e assistir à troca de guarda pela manhã.

Cerro San Cristóbal: Esse é outro atrativo que nenhum viajante pode deixar de conhecer, pois além de ser uma enorme área verde com zoológico, piscinas e espaços para caminhadas, você pode subir a montanha, ou cerro, como os chilenos chamam, de quase mil metros com os funiculares para observar uma das vistas mais bonitas e privilegiadas de toda a região.

Plaza de Armas: Essa praça é conhecida como o marco zero e coração de Santiago principalmente por ser ponto de partida para muitos de seus principais atrativos e diversas construções históricas, como o Museu Histórico Nacional e a Catedral Metropolitana. O lugar é também uma atração por si só, sendo uma incrível área repleta de árvores, esculturas e monumentos, e, por isso, é um dos cartões-postais da cidade.

Museus: Os museus de Santiago são muito variados, onde o visitante pode aprender tanto sobre a história e cultura do Chile, com acervos de peças históricas, quanto admirar as mais belas pinturas e esculturas de arte. Entre os principais deles estão o Museu de Arte Pré-Colombiana, Museu de Bellas Artes, o Museu da Memória, o Museu de História Natural e a Casa Museu La Chascona (uma das casas de Pablo Neruda).

Cerro Santa Lucía: É o lugar onde Santiago foi fundada e, assim como o San Cristóbal, fornece uma incrível vista panorâmica com a Cordilheira dos Andes ao fundo. Na subida até seu topo – que, mesmo curta, pode ser cansativa – já é possível admirar a beleza dos murais, estátuas e até de uma fonte inspirada na romana Fontana di Trevi, e, ao chegar no cume, pode-se observar a cidade com os binóculos fixos do mirante.

Parque Arauco: Apesar do nome, esse é, na verdade, um shopping, e um dos melhores para fazer compras em Santiago. Esse complexo de três andares conta com centenas de lojas, restaurantes, cinema e diversas outras áreas de lazer, além de uma grande e belíssima praça de alimentação ao ar livre que reúne famosos nomes da gastronomia nacional e internacional.

Mercado Central: Para saber como os chilenos realmente vivem na capital, essa é uma parada obrigatória. No mercado, você irá ver e sentir as cores, cheiros e sabores da verdadeira culinária chilena, experimentar seus deliciosos e tradicionais pratos nos restaurantes regionais e ainda poderá comprar seus ingredientes frescos, tudo isso dentro de um belíssimo prédio considerado monumento histórico.

Catedral Metropolitana: Considerado um edifício muito importante para os cidadãos de Santiago do Chile por causa de sua influência católica no país, a deslumbrante catedral fica logo em frente à Plaza das Armas e chama muita atenção pelo tamanho e principalmente pela arquitetura do estilo neoclássico. No entanto, o que impressiona de verdade é seu interior, que possui uma riqueza de detalhes de tirar o fôlego.

Vinícolas: Visitar as vinícolas chilenas é um passeio obrigatório para qualquer pessoa que viaja para o país. Nos roteiros de vinho, o visitante poderá ver como a bebida é feita e, para quem quiser, também participar desse processo, selecionando e colhendo as uvas, além de experimentar vários vinhos no final da tour. Há cerca de sete excelentes vinícolas situadas nos arredores de Santiago, como Undurraga e Concha y Toro.

Centros de esqui: As estações de esqui do Chile estão entre suas principais e mais famosas atrações, sendo algumas delas, inclusive, conhecidas mundialmente. Os motivos de serem tão cobiçadas se devem não só às suas incríveis infraestruturas, mas principalmente por conta da Cordilheira dos Andes, que proporciona algumas das melhores pistas de esqui do país e do mundo, como, por exemplo, a do Valle Nevado.