Melhores praias de São Paulo

As paisagens do estado de São Paulo são extremamente diversificadas, oferecendo um leque muito amplo de opções de atividades para fazer e lugares para conhecer, mas as praias paulistas estão entre os destinos mais populares e frequentados pelos viajantes, principalmente durante os finais de semana e feriados. Se você pretende fazer uma viagem para uma delas, nós montamos uma lista de algumas das melhores praias de São Paulo para lhe ajudar a decidir para onde ir.

1.    Feiticeira (Ilhabela)

Essa é uma das praias mais famosas de Ilhabela, muito frequentada principalmente por quem procura por tranquilidade e sossego enquanto admira muita beleza natural. Seu mar, de águas verdes e transparentes, é muito calmo, o que o torna um ponto ideal para a prática de mergulho, e como possui poucos quiosques e uma paisagem emoldurada por várias árvores, que contribuem com o ambiente tranquilo, além de duas cachoeiras que desaguam entre a praia e costeira ao sul, não é à toa que se tornou um verdadeiro refúgio.

2.    Itamambuca (Ubatuba)

Palco de vários campeonatos nacionais e internacionais de surfe, como o Festival Brasileiro de Surf, a praia de Itamambuca é considerada um dos cem principais pontos para a prática desse esporte no mundo todo, pois além de contar com ondas intensas e perfeitas para os surfistas, é também uma das mais preservadas áreas de Ubatuba. Por ser ainda um pouco deserta e selvagem, não possui muitos quiosques, restaurantes e bares, mas é possível encontrar em seu interior pousadas, chalés e campings, fazendo deste um perfeito lugar para descansar ou então praticar atividades radicais, como trilhas em meio à mata atlântica.

3.    Juquehy (São Sebastião)

Uma das praias mais civilizadas de São Sebastião, abrigando diversos restaurantes de qualidade, pousadas charmosas e hotéis “pé-na-praia”, Juquehy (ou Juqueí) possui três quilômetros de areia branca e fina, uma das melhores infraestruturas do litoral norte de São Paulo e um mar que, no lado esquerdo, é muito calmo, ideal para mergulho e stand-up paddle, e, no lado direito, é agitado e tem ondas perfeitas para surfar. Ela também está localizada muito próxima às ilhas das Couves, dos Gatos, dos Alcatrazes, Montão do Trigo e Cambaquara, passeios de barco muito procurados pelos turistas.

4.    Enseada (Guarujá)

É a maior praia do Guarujá, com sete quilômetros de extensão, e também a que tem melhor infraestrutura – são diversos quiosques pela orla, restaurantes, hotéis e pousadas, calçadões para caminhadas e ciclovias que atraem muitos turistas que procuram relaxar ou praticar atividades tanto no mar, como surfe, quanto em sua larga faixa de areia, como futebol, vôlei, frescobol, etc. É uma praia diferenciada, uma vez que sua urbanização foi planejada para não permitir edifícios, e também o point dos jovens que querem aproveitar o lazer noturno da cidade.

5.    Riviera de São Lourenço (Bertioga)

Diferentemente das outras praias dessa lista, Riviera é mais como uma cidade situada dentro de Bertioga, uma vez que se trata de um grande condomínio fechado, com portaria e segurança, mas aberto a qualquer visitante que desejar conhecer o lugar, que conta com shopping, restaurantes e mercados, mas os prédios e as casas de lá são todos privativos. A praia é frequentada na maioria por moradores e, por isso, é perfeita para passar um final de semana tranquilo com a família.

6.    Ilha do Cardoso (Cananéia)

Por estar localizada ao extremo sul do estado de São Paulo e na divisa com o Paraná, essa ilha, considerada um verdadeiro paraíso escondido no município de Cananéia, tem acesso um tanto complicado e, por isso, é ainda pouco explorada, mas isso na verdade colabora com sua preservação, já que cerca de 90% de sua área total é composta por mata atlântica nativa. Neste destino, você poderá conhecer várias praias, sendo as de mais destaque as do Pontal, da Laje, Ipanema, Fole Grande e Fole Pequeno, onde é possível observar sua riquíssima flora e principalmente fauna marinha, como diversas espécies de peixes e golfinhos.

7.    Castelhanos (Ilhabela)

Uma das maiores praias de Ilhabela, com aproximadamente um quilômetro de extensão, é a predileta dos surfistas, pois, diferentemente das praias do lado oeste da ilha, seu mar é bem agitado. Apesar de não ser muito fácil chegar até lá, sendo acessível somente por barco ou por trilha de mais de uma hora de duração com veículos 4x4, todo esforço é recompensado por sua beleza, com suas areias brancas e bela vegetação de mata atlântica, e também por uma ótima infraestrutura de quiosques, mesas e banheiros. A praia ainda ganhou fama por causa de sua baía, que tem formato de coração e pode ser vista do alto de seu mirante.

8.    Maresias (São Sebastião)

Essa é uma das mais badaladas praias do litoral norte de São Paulo, o point dos viajantes jovens, devido à sua ótima infraestrutura de restaurantes, bares, baladas, shoppings, hotéis e casas luxuosas, mas também é muito frequentada por surfistas, sendo uma referência mundial do surf e já tendo sediado campeonatos nacionais e internacionais por causa de seu mar agitado. No entanto, apesar de suas ondas fortes, existem alguns trechos, em uma laje submersa repleta de recifes, que são perfeitos para o mergulho.

9.    Domingas Dias (Ubatuba)

Essa, juntamente com as praias vizinhas, a do Lázaro e da Sununga, forma um dos conjuntos mais famosos de praias de Ubatuba e também um dos cartões-postais da cidade, e por estar muito bem localizada, conta com ótima infraestrutura turística. Suas areias claras e macias e seu mar de águas calmas e cristalinas (que a tornam um ponto perfeito para crianças e para a prática de mergulho livre) podem ser acessados através de um condomínio que protege a praia e a mantém limpa.

10.    Bonete (Ilhabela)

Foi considerada pelo jornal britânico “The Guardian” uma das praias mais bonitas do Brasil, e grande parte disso se deve à preservação da região, tanto de suas paisagens naturais quanto de sua riqueza cultural, já que é habitada pela maior comunidade caiçara de Ilhabela. Sua orla de areias brancas abriga várias árvores Chapéu-de-Sol e seu mar forma ondas que chegam até três metros de altura, fazendo deste um lugar ideal para quem pratica surfe e para os amantes de ecoturismo. Seu acesso é um pouco difícil, sendo necessário encarar uma trilha longa, mas a beleza que se vê no percurso e na praia faz valer muito a pena.