Onde comprar discos de vinil em São Paulo

  Demandados por aficionados que apreciam tanto a qualidade do som quanto as capas e encartes, os discos de vinil vêm recuperando parte do espaço perdido para tecnologias mais recentes de reprodução musical. Hoje são novamente comercializados em vários locais, inclusive em modernas lojas como a  Livraria Cultura, cujo catálogo contém cerca de 20 mil títulos em vinil, todos novinhos em folha.

 

  Em São Paulo os amantes dos chamados 'bolachões' sempre puderam satisfazer essa paixão em sebos especializados. A maioria deles hoje vende também via internet, mas muitos pontos de venda ainda se concentram em lojas físicas. As galerias comerciais do centro da cidade são um bom ponto de partida. Acompanhe, a seguir, algumas dicas de lugares para comprar discos de vinil novos e usados.  

 

1- Na Galeria Boulevard (Rua Vinte e Quatro de Maio, 188) está a Cel-Som (loja 118), com acervo de aproximadamente 10 mil discos, onde predomina a música brasileira de vários gêneros. Também conhecida como Galeria do Vinil, a Boulevard oferece ainda opções como a Tony Hits (sala 109), detentora de cerca de 6 mil vinis de vários gêneros, e a Ventania (salas  115/117), que atualmente abre sua loja física apenas aos sábados, quando realiza um feirão com cerca de 20 mil discos já catalogados e outros 40 mil ainda sem catalogação.

 

2- Tradicional redutos de roqueiros, a Galeria do Rock (Av. São João, 439) também tem lojas dedicadas aos bolachões. Uma delas é a Baratos Afins (Loja 318), em atividade há quase meio século. Lá é possível encontrar cerca de 100 mil títulos, de rock, MPB, música pop, entre outras vertentes musicais.

 

3- Ainda no centro está a Galeria Nova Barão (Rua 7 de Abril, 154), onde funcionam lojas como a Big Papa Discos (sala 30), com cerca de 2 mil LPs - a maioria importados. Destaque para rock clássico e jazz.

 

4- Há também boas lojas nas ruas paulistanas. Entre elas, está a conhecida Eric Discos (Rua Artur de Azevedo, 1.813), estabelecida em um casarão do bairro de Pinheiros. Cerca de 50 mil vinis estão distribuídos em salões dedicados a gêneros musicais específicos.

 

5- No bairro da Mooca (zona leste da cidade), o colecionador e comerciante Manuel Jorge Dias recentemente inaugurou seu terceiro espaço de venda desse gênero de suporte da música: o Casarão do Vinil (Rua dos Trilhos, 1.212), qualificado por ele, por já oferecer cerca de 500 mil exemplares, como "a maior loja de discos de vinil do Brasil”.