Conheça os melhores mirantes de São Paulo

A cidade de São Paulo é conhecida como "a cidade cinza" e muita gente diz que, pelo excesso de prédios e carros, não existem lugares bonitos no local. Porém, apesar de não ter a praia do Rio de Janeiro ou então quedas naturais de água, como em Foz do Iguaçú, a capital paulista tem pontos encantadores e que agradam a todos por causa da vista. Tratam-se de mirantes, lugares românticos e que proporcionam experiências únicas. Se interessou? Confira, a seguir, uma lista desse tipo de lugar em São Paulo:

Parque Estadual do Cantareira
No Núcleo Pedra Grande do parque, está um dos mais belos mirantes de São Paulo. De uma formação rochosa de granito, é possível ter vista panorâmica da cidade. Em julho, o parque está aberto todos os dias para visitação, das 8h às 15 horas, com permanência até as 17h. Nos demais meses do ano, fica aberto sábado, domingo e feriado, no mesmo horário.

Copan
O edifício em forma de “S” é um dos principais cartões postais da cidade. Está aberto para visitação de segunda a sexta, exceto feriados. Há dois horários de visita: 10h30 e 15h30. O visitante deve chegar com 10 minutos de antecedência. Para grupos, agendar no e-mail copansp@uol.com.

Edifício Martinelli
Do terraço, é possível ver o centro antigo da cidade, a Serra da Cantareira e o Vale do Anhangabaú, além do Edifício Altino Arantes em frente. Fica aberto para visitação de segunda a sexta, das 9h30 às 11h30 e das 14h às 16h. As visitas são feitas de 30 em 30 minutos. Fecha nos feriados.

Edifício Itália
O mirante do edifício está fechado para visitação, mas o restaurante Terraço Itália abre todos os dias para almoço (12h às 15h) e jantar (19h à meia-noite). Há cobrança mínima de couvert.

Pico do Jaraguá
É conhecido por ser o ponto mais alto da região metropolitana. O pico, no Parque Estadual do Jaraguá, chega a 1.135 metros de altitude. Segundo o site, o parque abre todos os dias, com início das atividades de visitação às 7h e encerramento às 17h. O acesso às trilhas é permitido até as 16h.

Vão livre do Masp
A construção do museu foi feita com a condição de que a vista fosse mantida. Do vão livre, é possível avistar a Serra do Cantareira e o centro da cidade em vários níveis topográficos.

Praça do Pôr-do-sol
Procurada para quem gosta de curtir o fim de tarde em família ou entre amigos, a praça dá vista para uma São Paulo mais verde. A Cidade Universitária, do outro lado do Rio Pinheiros, compõe o cenário.

Viaduto Doutor Arnaldo
Fica em uma das áreas mais altas da cidade. Do alto do viaduto, é possível, de um lado, ver o bairro de Pinheiros, e de outro, ao fundo, a Serra do Cantareira.

Viaduto Santa Ifigênia
Sua construção teve como objetivo interligar o Largo São Bento e o Largo Santa Ifigênia. Hoje só pedestres circulam no local. De lá, se vê o Vale do Anhangabaú e as construções históricas do entorno.

Viaduto do Chá
A passagem pelo Viaduto do Chá, na região central de São Paulo, permite observar o Vale do Anhangabaú, o Theatro Municipal e a Praça da Bandeira - contornada pelo Edifício Matarazzo e pelo Shopping Light.

Se animou com a ideia de conhecer novos pontos turísticos em sua cidade, mas não sabe como? Encontre aqui os melhores guias em São Paulo clicando aqui e no Rio de Janeiro aqui. Para qualquer outra região do Brasil, clique aqui!

#PasseAntesNoiLocal