Arte e vida de Frida Kahlo em São Paulo

    São Paulo foi tomada pela energia da artista mexicana Frida Kahlo. Se você não a conhece, então tem até janeiro de 2016 para descobrir um pouco do seu trabalho, sua influência na arte mexicana e também saber mais sobre sua conturbada vida pessoal. Uma exposição e uma peça de teatro vão lhe ajudar a desvendar os mistérios de Frida.

1)  Exposição – Está no Instituto Tomie Othake, na Zona Oeste, a exposição Frida Kahlo – conexões entre mulheres surrealistas no México. De suas 143 telas, 20 vieram para São Paulo, inclusive seis famosos autorretratos. Há ainda 13 obras sobre papel, como desenhos, colagens e litografias. No total, a exposição conta com mais de 100 obras de outras 16 artistas - mexicanas ou radicadas no país - influenciadas por Frida. Como as filas estavam muito grandes, o Instituto dividiu as visitações em quatro períodos, permitindo o acesso das 11h às 13h, das 13h às 15h, das 15h às 17h e das 17h às 19h. Mais informações em www.institutotomieohtake.org.br

 

 2)  Teatro – O espetáculo Frida y Diego reestreia em São Paulo em 7 de novembro, agora no Teatro Raul Cortez. Escrita por Maria Adelaida Amaral, a peça retrata a complexa relação entre Frida (interpretada por Leona Cavalli) e o artista mexicano Diego Rivera (o ator José Rubens Chachá). Juntos, eles influenciaram uma geração de artistas ao redor do mundo nos anos 1930. Mesmo doente e com muitas dores, Frida produziu e amou intensamente. O espetáculo acontece aos sábados (21h) e domingos (19h), com duração de 90 minutos. Mais informações em www.fecomercio.com.br/Teatro

    Se depois desses dois programas você ainda quiser conhecer mais sobre Frida Kahlo, lembre-se que há vários livros a seu respeito e um filme produzido nos Estados Unidos em 2001 com o título Frida. Ganhou Oscar de Melhor Trilha Sonora e Melhor Maquiagem. Confira..