Piso de madeira ou laminado?

  Mudar o piso da sala é bem simples quando se tem certeza do que quer e conhecimento do material instalado. Caso contrário tudo pode desandar. A escolha do material varia de acordo com o uso que se dá ao ambiente. A qualidade do produto é fundamental. Por isso convém sempre ouvir a opinião de profissionais especializados, como um arquiteto, por exemplo. 

  Madeira e laminados são perfeitos para o ambiente de sala, quarto e corredor. Atualmente a tecnologia avançou muito e estes pisos ganharam muitas qualidades. Prefira marcas reconhecidas para evitar surpresas depois que estiver tudo pronto.

  Assoalhos de madeira maciça são caros. Se optar por este, prepare a carteira. No entanto, a vantagem está na durabilidade e conforto térmico. A vida útil pode superar tranquilamente os 30 anos. Na instalação é preciso que o contrapiso esteja rebaixado em cerca de dois centímetros, impermeabilizado e totalmente plano. Outro detalhe: mais importante que a escolha do tipo de madeira é verificar a procedência, para que seja de área de reflorestamento e não de floresta nativa. Atualmente no mercado existem produtos que misturam 60% de madeira reaproveitada e 40% de maciça. A desvantagem é que o material está exposto à ação de cupins.

  Outra alternativa é aproveitar os laminados e carpetes de madeira que misturam materiais e reduzem o custo sem perder a qualidade. O preço do piso laminado é bem inferior ao assoalho de madeira e o mercado oferece um leque grande de opções. O laminado é normalmente fabricado com madeira de reflorestamento, mais resistente a riscos do que a madeira natural. É o preferido pelo consumidor. Em uma reforma rápida é, certamente, o mais fácil de colocar e a manutenção é simples. A instalação é por encaixe, rápido e limpo. E pode ser instalado sobre pisos já existentes como cerâmica, lajota ou concreto. 

  Agora que você já entendeu as diferenças, cabe decidir o que mais lhe convém pelo gosto e também pelo bolso.