Uso de bambu na decoração vira tendência

  Tradicional em países como Japão e China, o uso do bambu na decoração começa a ser disseminado também no Brasil. E, se aqui ele antes se fazia presente apenas em áreas externas, agora chega também aos ambientes internos, aos quais pode agregar toques de rusticidade, aconchego, natureza, além de uma estética bastante interessante.

  Esse aproveitamento pode se materializar em diversos formatos, de dimensões também muito distintas: de pequenos objetos a grandes forrações de parede e pisos, passando por móveis, biombos, cortinas, entre outros. "O mais interessante no bambu é que ele não está ligado a um estilo específico, e sim à verdade das coisas, conferindo toque de natureza e realidade a ambientes onde geralmente há muita imitação de materiais", destaca o arquiteto e professor de decoração Henry Cunha.

  Além disso, bambu é material extremamente durável e resistente: pode inclusive substituir a madeira em funções estruturais, desde que submetido a tratamentos, entre os quais o mais eficaz é aquele realizado em um equipamento denominado autoclave. "Com esse tratamento consigo dar garantia mínima de dez anos para o bambu, inclusive em ambiente externos, sujeitos a umidade. Já em ambientes internos a durabilidade é ilimitada, como a de uma madeira nobre", destaca Danilo Candia, sócio-diretor da Bambu Carbono Zero, empresa que instala e fornece a arquitetos e construtores bambu tratado em autoclave.

  Abundante na natureza, o bambu ainda tem, ao menos por enquanto, preço um pouco mais elevado - relativamente às madeiras, por exemplo -, pois somente agora começa a ser trabalhado em escala industrial. "Mas seu preço já é competitivo com o eucalipto e logo será também com outros concorrentes, como o pinus", compara Candia. Veja algumas de suas dicas para uso do bambu na decoração:

  • Um biombo de bambu pode separar um lavabo de uma sala. Ou, em um ambiente comercial, as cadeiras da recepção da mesa de atendimento (aliás, em ambientes laborais o bambu pode quebrar um pouco o tom extremamente computadorizado da atualidade).

  • Em uma cozinha uma luminária de bambu atenua a sensação da fórmica, do metal. E pode-se combinar essa luminária com um tecido ou uma fibra natural: de bananeira, por exemplo.

  • Pode-se também colocar, em diversos ambientes, cadeiras ou pequenas mesas de bambu.

  • Locais associados a relaxamento - como salas de ioga e spas - usam bastante paredes revestidas da bambu, que em residências podem aparecer em locais também associados a relaxamento, como uma varanda.

  Se estiver com dúvidas ainda, consulte um especialista. Um profissional poderá lhe dar dicas preciosas para a decoração de sua casa ou ambiente de trabalho.