Como escolher portas de madeira

O seu projeto pede portas de madeira? Então, confira neste artigo algumas dicas imperdíveis, que te ajudarão no processo de escolha e definição de etapas importantes da instalação da porta perfeita para ambientes internos e externos!

O que levar em consideração na hora de escolher portas de madeira?

A concepção da decoração do ambiente deve ser levada em consideração na hora de escolher e comprar portas de madeira. É importante definir, juntamente com o arquiteto responsável, qual será o estilo da decoração: mais rústica, clássica, requintada, nobre? Depois disso, chega a hora de avaliar as inúmeras opções de portas de madeira disponíveis no mercado.

Basicamente, as portas são formadas por folhas, que podem ser mais lisas ou trabalhadas; pelo batente, que precisa combinar com a madeira da porta; e pela maçaneta, que é essencial para o toque final de classe e beleza da porta. Estes elementos, quando combinados da maneira perfeita, garantem uma porta espetacular, capaz de mudar completamente a visão estética de um ambiente, transmitindo todo o requinte e personalidade do projeto.

A porta de madeira é uma das preferidas dos brasileiros. Ela está presente em projetos de casas de campo, casas na serra e também em residências urbanas e apartamentos. Os modelos variam bastante. Atualmente, uma porta que está em alta é aquela com perfil pivotante, que costuma ser grande, com abertura que gira ao redor de um eixo vertical e que projeta a folha da porta para o lado de fora. Mas existem outros modelos que também são muito interessantes e que podem se ajustar perfeitamente aos mais diversos projetos.

Em geral, a porta de madeira é escolhida por seu apelo visual arrojado, por garantir conforto térmico e acústico e por sua resistência superior. Confira algumas dicas para escolher o modelo ideal para a sua obra!

Dicas para escolher portas de madeira

1 – Antes de escolher a porta de madeira, tenha em mente as medidas recomendadas para portas residenciais de entrada, que devem ter de 2 metros a 2,15 metros de altura por 80 centímetros de largura. Já as portas da cozinha, do banheiro e de outros ambientes internos podem ser encomendadas com medidas de 2 metros por 70  centímetros.

2 – As portas de madeira escolhidas para a entrada das residências devem ser, preferencialmente, feitas de madeira maciça, que são extremamente mais resistentes aos fatores externos, como chuva e sol; e aos impactos do dia a dia. Uma outra opção bastante usada é a porta sólida, ideal para entradas de apartamentos. Os principais acabamentos empregados na porta de entrada são madeiras mais nobres, como o Mogno, a Imbuia e o Angelim. Existem portas de madeira planas e lisas e portas com acabamentos especiais, como frisos. A escolha depende do gosto de cada pessoa.

3 – As portas de madeira utilizadas nos cômodos internos, totalmente protegidas dos fatores climáticos, podem ser do tipo semi ocas. São portas mais leves, com forte apelo decorativo e muita qualidade. Algumas portas de madeira já são, inclusive, comercializadas com uma pintura especial de fundo Prime.

4 – É possível encontrar no mercado opções de kits para portas de madeira e também as portas prontas. Qualquer que seja a escolha, a indicação é que a instalação seja feita por um profissional.

5 – Para evitar erros na hora de escolher a porta de madeira, avalie atentamente o local onde ela será instalada, anotando todas as medidas das aberturas.

Portas internas e portas externas de madeira

As portas internas de madeira têm resistência e durabilidade garantidas, principalmente porque estão mais protegidas do que as portas externas. Para as estruturas que ficam em contato com a chuva e os raios solares, por exemplo, é recomendada uma manutenção mais frequente, de acordo com a orientação do profissional responsável pelo projeto. Vale ressaltar também que tanto as portas internas quanto as externas devem ser tratadas contra insetos.

Essas portas podem ser confeccionadas com vários tipos de madeiras. De uma forma geral, são portas seguras, duráveis e com excelente acabamento.

Entre os modelos disponíveis e em alta, é possível destacar a porta simples de madeira, a porta camarão, as portas-balcão (com duas folhas) e a porta pivotante. A definição do modelo depende da opinião do cliente e das especificações técnicas passadas pelo arquiteto responsável pela obra.

Uma opção interessante, porém mais cara, é comprar uma porta de madeira feita sob medida, tudo depende do orçamento disponível para o projeto.

O que considerar antes de escolher a porta de madeira?

Algumas coisas podem ser consideradas antes da escolha final pela porta de madeira, entre elas estão:

Sustentabilidade – Compre portas feitas de madeira de reflorestamento e com certificação.

Durabilidade e Necessidade de Manutenção – Tenha em mente que as portas de madeira sempre precisam de cuidados e manutenção. Por isso, escolha o modelo certo para cada ambiente, a fim de facilitar a rotina de limpeza e manutenção preventiva.

Tamanho correto – Tenha certeza do tamanho de todas as medidas das aberturas. Isso evita surpresas desagradáveis e prejuízos na hora da instalação.

Tipo de Porta – Converse com o arquiteto e defina o melhor tipo de porta de madeira, optando corretamente pela porta colméia, porta semi-sólida, porta sólida ou porta maciça.

Insetos – Saiba como proteger a porta de madeira contra cupins. Busque produtos qualificados e de boa procedência.

Acabamento – Escolha o acabamento de preferência, que combine com os demais elementos decorativos do seu ambiente.

Instalação – Conte sempre com o trabalho de um profissional de confiança para instalar portas de madeira.

Seguindo essas dicas, você terá uma porta de madeira muito bonita e com excelente tempo de vida útil!