Remédios manipulados também para o pet

   A relação do brasileiro com os animais de estimação é sempre muito carinhosa e cercada de cuidados.  Assim como os humanos, os bichinhos também adoecem e precisam de remédios. Dessa necessidade surgiu um promissor mercado: as farmácias de manipulação veterinárias. Elas oferecem remédios feitos de insumos de uso animal, em muitos casos misturados a sabores artificiais para agradar ao paladar dos animais, que, assim como nós, não são lá muito chegados em remédios.

    Além da comodidade e da segurança de só dar a quantidade necessária para o tratamento, os remédios manipulados são mais econômicos porque podem ser comprados na medida certa, evitando o desperdício. Segundo Kalima Trento, farmacêutica e sócia da clínica veterinária DrogaVet, em São Paulo, o tratamento a base de receita manipulada tem melhor custo benefício sobre os medicamentos industrializados porque são individualizados e feitos especialmente para cada animal, levando em conta todas as restrições e necessidades especificadas pelo veterinário.

“Outra vantagem é que oferecemos diversas fórmulas farmacêuticas, inclusive com diferentes sabores, tudo para facilitar a administração da medicação ao animal. Os sabores podem ser de carne, frango, picanha, peixe, chocolate, morango e de outros sabores”, diz. Também existem as soluções tópicas para cuidar da pele por meio de xampus, principalmente no verão, e tratamentos de via oral como antibióticos, antiinflamatórios, antifúngicos e qualquer tipo de classe terapêutica.

    Segundo a farmacêutica, os medicamentos manipulados podem ser usados em qualquer situação de enfermidade dos animais, desde que receitados por veterinários, incluindo cães, gatos, tartarugas, pássaros, chinchilas, lagartos, cavalos, entre outros. “Só não atendemos manipulações que possam ser feitas para animais que sejam destinados ao abate para alimentação humana”, esclarece.