Homeopatia também funciona em pets?

  A homeopatia veterinária tem como objetivo tratar problemas de saúde do animal usando medicamentos naturais diluídos em água, que não causem efeitos colaterais. Muitos acreditam que funciona apenas como placebo e outros acham que é a mesma coisa que a utilização da fitoterapia. Mas apesar de medicamentos homeopáticos serem feitos de substâncias naturais, como plantas e minerais, eles atuam de forma diferente dos medicamentos fitoterápicos ou até mesmo alopáticos.

  A homeopatia estimula diretamente o sistema imunológico no nível mais básico. Os homeopatas acreditam que tratamento estimula o organismo em nível celular, ou nas unidades que compõem os elementos das células. Tratamentos com ervas e alopáticos podem, na melhor das hipóteses, atingir apenas o nível molecular. No entanto, a medicina homeopática vai à raiz do problema.

  Segundo a médica veterinária Maria Eugenia Carretero, a homeopatia para cães e gatos funciona da mesma maneira que a homeopatia em humanos, ou seja, a homeopatia interferirá na vitalidade do ser vivo e consequentemente alterará as funções biológicas para caminhar para a cura ou passagem para a morte (nos casos extremos). 

  Os medicamentos são os mesmos para uso humano e a escolha do medicamento leva em conta o animal como um todo (físico e comportamental, às vezes, algo mais). Maria Eugenia diz que vários animais respondem bem à homeopatia. Ela já tratou cães, gatos, aves silvestres e exóticas, peixes, felinos de grande porte e até plantas.

  A veterinária disse que a homeopatia pode ser usada no tratamento de diversas doenças, incluindo diabetes, convulsão, rinotraqueíte, tumores, hipertireoidismo, alterações comportamentais, entre outras. São as doenças “verdadeiras” que podem ser tratadas. A veterinária alerta que alguns problemas comportamentais de cães e gatos podem ser tratados por meio da mudança de rotinas.

#PasseAntesNoiLocal