Nem sempre geladeira é melhor opção

Desde cedo aprendemos que guardar os alimentos na geladeira ajuda a conservá-los e aumenta sua vida útil mas, em alguns casos, os alimentos devem ficar longe dela porque o frio pode alterar sabores, propriedades, interromper o processo de amadurecimento e até mesmo acelerar a decomposição de alguns ingredientes. Veja alguns desses casos:

Tomate – Por ser um fruto, não responde bem ao frio. A refrigeração acelera o processo natural de deterioração e faz com que perca o sabor natural. Pode ser colocado de cabeça para baixo numa fruteira ou cesta.

Mel - Por ter baixa quantidade de água, grande concentração de açúcar e agentes antibacterianos, este alimento natural praticamente não estraga se acondicionado em local arejado. Sob refrigeração, engrossa e cristaliza.

Manjericão - Além de murchar rapidamente na geladeira, absorve os odores de outros alimentos ao redor. O interessante é guardar o manjericão em um vaso com água, como se fosse flor.

Pão - Refrigerar o pão faz com que ele fique duro e seco. O recomendado é armazená-lo em um saco para este fim. Se estiver fatiado, resseca ainda mais rápido. Se não for consumir imediatamente, é possível congelar após enrolar em papel filme. Se for do tipo pão de forma, e estiver em embalagem plástica, não há problema em guardar na geladeira.

Cebola - Se armazenada na geladeira apodrece mais rápido. O alimento deve ser mantido num ambiente fresco, seco e escuro. A umidade da geladeira também faz com que as cebolas amoleçam. Após serem descascadas e cortadas podem ser mantidas na geladeira dentro de um recipiente fechado.

Alho - Em ambiente refrigerado, pequenos brotos crescem no alho, fazendo com que fique mole e mofe mais rapidamente. Para manter o tempero fresco por mais tempo, o saco de pano, que também serve para o pão, é a melhor opção. Mantenha o saco em local fresco e seco.

Pimenta - Aberto ou fechado, o vidrinho de pimenta em conserva tem que ficar fora do refrigerador. A pimenta dura até três anos porque possui conservantes como o vinagre e o azeite.

Café - O café em pó deve ser colocado em recipiente hermeticamente fechado - que impede a passagem de ar - dentro da despensa. Na geladeira, o sabor será alterado por conta da condensação. Já o coador de café pode ser colocado na geladeira.

Melões e melancias - Pesquisadores afirmam que deixar essas frutas em temperatura ambiente ajuda a manter os antioxidantes intactos. Depois de cortadas, vão para a geladeira por até quatro dias.

Bananas - As baixas temperaturas eliminam as enzimas que fazem a fruta amadurecer, fazendo com que a polpa fique pastosa e sua casca escurecida. A dica é deixar as bananas em local fresco e com pouca luz.

Azeite e óleos - Óleos ou azeites dispensam ambientes refrigerados. A geladeira faz com que esses produtos fiquem espessos, turvos e com aspecto amanteigado. O recomendado é armazená-los em local fresco e ambientes escuros.