Conheça vinícolas próximas a Santiago

    A capital chilena e as cidades nos arredores oferecem aos turistas vinícolas históricas onde é possível degustar excelentes tipos de vinhos em meio a paisagens belíssimas de verde intenso. O tour é como um ritual obrigatório no país andino, exceto para os menores de idade, uma vez que os roteiros não permitem a presença de crianças.

    Dentre as dez áreas vinícolas do país, as mais importantes e famosas ficam bem próximas da capital - no máximo duas horas de carro, no caso das mais distantes. Dá até para usar trem para chegar a algumas dessas bodegas. Selecionamos três roteiros de enoturismo para você aproveitar bem a viagem e conhecer um pouco mais universo dos vinhos.

  1. Valle de Colchagua – Distante 130 quilômetros de Santiago, o Valle de Colchagua é o maior produtor de vinhos finos tintos e brancos do Chile. Na cidade de Santa Cruz partem os trens para os passeios às principais vinícolas da região, entre elas a Viña Lapostolle. Por lá, é possível visitar o Museu de Colchagua, dedicado à bebida, e embarcar no Trem do Vinho, uma locomotiva a vapor que passa por diversos vinhedos. Uma boa sugestão para quem não pensa em economizar e quer curtir um clima de lua de mel é se hospedar no Lapostolle Residence. Há também alternativas mais em conta e a cidade de Santa Cruz, na mesma região, concentra a maior parte dos hotéis e pousadas. Saiba mais.

  2. Vinícola Concha y Toro – Além de ser a maior do Chile, é uma das maiores produtoras de vinho do mundo. Responsável pela fabricação de 12 marcas de vinho, entre elas Casillero del Diablo, Marques de Casa Concha, Sunrise, Trio e Don Melchor. Localizada no município de Pirque, que pertence à região metropolitana de Santiago (aproximadamente uma hora do centro da cidade), dá para chegar ao lugar de metrô. A partir da estação Las Mercedes, descer na última da linha L4 – Azul, e depois percorrer um curto trajeto até a vinícola de táxi ou de ônibus Metrobus, linhas 73, 80 ou 81. Saiba mais,

  3. Vale de Casablanca Especializado em Chardonnay e Sauvignon Blanc, fica localizado entre Santiago (nas proximidades de Valparaíso). A região abriga as Casas del Bosque, Emiliana, Indómita e a Matetic, que figuram entre as vinícolas mais famosas das redondezas. Os vinhedos se mesclam à beleza da região que é mundialmente reconhecida pela qualidade dos vinhos como Sauvignon Blanc, Chardonnay, Pinot Noir e Syrah.Saiba mais.

Enquanto você decide por onde começar seu roteiro, saiba que os meses de fevereiro e março são os melhores do ano para passear entre as vinhas carregadas. A Vendimia, nome que se dá à colheita, acontece em março, mas, às vezes, em abril também dá para encontrar vinhedos carregados.

Gostou das dicas? Encontre agências de viagem em São Paulo clicando aqui e no Rio de Janeiro aqui. Está em outra região? Clique aqui!

#PasseAntesNoiLocal