8 dicas para manter a pele saudável

Exposição solar intensa e prolongada sem proteção, falta de hidratação, má alimentação, ingestão de quantidades insuficientes de líquidos, tabagismo, uso abusivo de bebidas alcoólicas: vários fatores geram impactos negativos na pele e podem tornar seu aspecto precocemente envelhecido. Para manter a pele saudável, diz a dermatologista Caroline Assed, assessora da diretoria da Sociedade Brasileira de Dermatologia, é necessário alterar esses hábitos potencialmente nocivos.

A seguir ele indica importantes cuidados:

  1. O rosto deve estar sempre hidratado, ser diariamente protegido por filtro solar e constantemente limpo para a retirada de resíduos (principalmente maquiagens).
  2. Boa alimentação - frutas, verduras, legumes e grãos - e consumo de água são tão fundamentais quanto cremes e higienizadores.
  3. A partir dos 25 anos deve-se adotar alguns cuidados preventivos, como um bom protetor solar anti-UVA e UVB com propriedades físicas e químicas, um higienizador, agentes antioxidantes tópicos, e, eventualmente orais, como a Vitamina C, vitamina E, extrato de café verde, entre outros.
  4. A partir dos 40 anos a pele perde substâncias como elastina e colágeno. Deve receber, além de hidratação, fotoprotetores e antioxidantes, juntamente com agentes firmadores e antirrugas. Se necessário também despigmentantes.
  5. Dos 50 anos em diante pode-se começar a usar agentes tópicos que, entre outras coisas, estimulam os fibroblastos, como são chamadas as células responsáveis pela produção do colágeno. O uso na face e ao redor dos olhos de cremes com essa característica podem produzir excelente resultado.
  6. Para suavizar as rugas mais marcadas das peles de pessoas acima dos 60 anos há tratamentos com peelings médio e profundo - como ácido tricloroacético 20%-30% - e lasers fracionados não ablativos e ablativos. Essas terapias exigem cuidadosa orientação e supervisão de profissionais especializados.
  7. O uso da toxina botulínica - popularmente conhecida como botox - e de preenchedores com ácido hialurônico devem ser avaliados de acordo com as necessidades de cada indivíduo, sempre sob orientação do dermatologista.
  8. Para melhorar o aspecto da pele e tratar melanoses solares - manchas escuras, geralmente arredondadas, provocadas pelo sol - e pequenos vasos pode-se lançar mão dos tratamentos com luz intensa pulsada.

A médica ainda lembra que o melhor tratamento depende sempre das características individuais de cada pele. "Por isso, é necessário consultar regularmente um dermatologista e nunca recorrer à automedicação", enfatiza.

Gostou das dicas? Encontre esteticistas em São Paulo clicando aqui e no Rio de Janeiro aqui. Está em outra região? Clique aqui!

#PasseAntesNoiLocal